Baixíssimo ruído com a Nikon D700


Algo que se fala constantemente das câmeras FX é seu desempenho quando configuradas com ISO muito altos, acima de 1000. Se você sabe o que é ISO, pule uns parágrafos.

Antigamente, quando as câmeras utilizavam filmes com grãos de prata, ISO era uma medida para o tamanho dos grãos de prata da emulsão. Quanto maiores os grãos de prata, menos luz era necessária para realizar a foto sensibilidade do filme. Em contrapartida, a imagem ficava granulada, um pouco menos nítida.

Nas câmeras digitais não temos os grãos de prata. Em contrapartida, temos o ruído branco. O

está presente em todos os equipamentos eletrônicos e nas câmeras digitais aparece como pontos de cores estranhas nas fotos, principalmente nas áreas mais escuras. Como o sinal de um sensor digital é a luz, quando esta é fraca o sinal é confundido com o ruído branco e os pixels de cores estranhas aparecem indevidamente. Se a câmera é muito boa, o sensor terá um ruído branco mais baixo e melhor relação sinal/ruído resultante. 

Indo ao que interessa, a foto abaixo foi tirada em ISO 1600, dentro do quarto do hotel, sem flash.

Se você está se perguntando como eu tirei esta foto tão perfeitamente ajustada verticalmente (a foto está sem retoque algum), darei a resposta. A Nikon D700 tem o horizonte virtual, que é um mostrador que diz se a câmera está inclinada ou perfeitamente alinhada horizontalmente. Da forma como eu configurei eu vejo o ‘nível’ dentro do visor, facilitando o acerto na hora do clique.

Estou falando, esta câmera é o bicho!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.