Convento da Penha


Esta é a pequena parte da turma que saiu de São Paulo para o casamento do

 no sábado dia 26/03. O restante do pessoal estava com pressa de voltar para casa e marcou passagens para a manhã de domingo. Alguns, como Lucas, Ana, Zi e Dê conseguiram saborear a moqueca capixaba no

. Os poucos remanescentes fomos visitar o Convento da Penha.

Este grupo é muito interessante. Enquanto o Samuel fazia abdominais no alto da montanha,

Serginho fazia cara feia para a foto

e o Marcos fazia pose. Isto é que é grupo heterogêneo!

Bem, vamos ao passeio que é o que interessa.

L

Eu fiquei imaginando o trabalho que deu para levar o cimento para o alto desta penha. Para quem não sabe, penha é uma montanha de pedra. Dá para ter uma noção da altura por esta foto.

Mesmo subindo de carro, ainda restou uma escadaria suficiente para os meninos se cansarem e quererem descansar. Alguns sentaram em uma espécie de altar, no lado de fora da capela.

Outros, mais ousados, já foram para o altar da capela mesmo.

Abaixo uma vista mais ampla da capela.

Muito interessante a visita. A pequena capela, graciosa, possui monitores fora do templo para quem quiser acompanhar a missa mas não conseguir adentrar à nave principal.

Muitas placas de mármore descrevem a gratidão de fiéis à Nossa Sra. da Penha. Na outra ponta do corredor o Adrien e a Soraia posam para uma foto à janela.

Ao lado de fora ficaram o pessoal posando junto à paisagem.

Outros, já a fim de ir para casa, sentaram-se e ficaram rindo da vida.

O Gabriel, aventureiro, quis descobrir o limite da pedra. Prometi a ele que se ele caísse e morresse ficaria de castigo. Foi o suficiente para ele voltar da beirada e começar a discutir comigo que sentido havia na minha ameaça. Se ele não entendeu a piada, pelo menos saiu da beirada.

A vista era realmente deslumbrante, dava muita vontade de explorá-la.

 O pessoal mais animado pode descer a pé. Ainda bem que estávamos de carro.

O fim de semana está animado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.